H.E.M.A. – PORTUGAL

H.E.M.A – PORTUGAL?

É o departamento de Esgrima Histórica da Federação Portuguesa Lohan Tao que reúne associações, academias, agremiações, centros culturais e clubes que se juntam para estudar, praticar, ensinar e desenvolver as ARTES MARCIAIS HISTÓRICAS OCIDENTAIS.

Esgrima Histórica?

É o estudo, interpretação, pesquisa e prática de esgrima de acordo com textos registados e creditados.

Tem duas vias, a via interpretativa e a via desportiva.

A Esgrima Histórica é diferente da Esgrima de Competição ou Esgrima Olímpica pela variante desportiva e interpretativas que permitem o uso de armas históricas.

A Esgrima Histórica é diferenciada da Esgrima de Competição ou Esgrima Olímpica pela utilização de proteções específicas de forma a oferecer maior segurança ao praticante.

A Esgrima Histórica é diferenciada da Esgrima de Competição ou Esgrima Olímpica porque pratica e interpreta textos históricos de autores como D. Duarte de Portugal, Thomaz Luis, Luis Godinho, Diogo Gomes de Figueiredo, Thomas Luís entre outros.

A Esgrima Histórica é diferenciada da Esgrima de Competição ou Esgrima Olímpica pela prática de esgrima diferenciada que permite um desenvolvimento personalizado das técnicas, originando assim uma maior verdade do momento desportivo, acrescentando uma mais-valia ao estudo da disciplina.

A Esgrima Histórica tem como princípio básico os valores associados à esgrima como arte e desporto e o estudo da história, reforçando assim o ensino da disciplina, respeito pela hierarquia, correção e o respeito pelos oponentes.

A HEMA PORTUGAL tem as suas associações, academias, agremiações, centros culturais e clubes certificados e acreditados pelo IPDJ assim como corpo técnico devidamente credenciado.

Porquê a H.E.M.A – PORTUGAL?

Para enquadrar a prática de técnicas de esgrima histórica (utilização de armas defensivas e ofensivas), dentro dos parâmetros exigidos pela legislação portuguesa e ter uma voz defensora do direito à prática desportiva e realização de eventos de esgrima histórica.

A H.E.M.A – PORTUGAL não tem objetivos comerciais, implementa e defende os valores da cultura, da educação e a valorização dos seus federados e associados para a correta apresentação de esgrima relacionada com textos históricos.

Carreira de Armas

Não há ESGRIMA HISTÓRICA, sem estudo, pesquisa e prática de textos históricos.

O fundamento da Esgrima Histórica é o binómio desporto – cultura.

Embora na antiguidade, fossem por vezes utilizados lenços e outros adereços coloridos para identificar os combatentes, é nos finais do século XIX e início do XX que surge a ideia, ou a necessidade, dos cintos coloridos para identificar o nível de conhecimentos dos praticantes de artes marciais.

Esta prática de identificação por cintos coloridos, ou a instituição das cores dos “obis”, segundo alguns, criação de Jigoro Kano, generalizou-se no Japão e durante o século XX por todo o mundo.

As diversas escolas de Artes Marciais dão interpretações diversas à simbologia das cores das graduações, mas todas têm o mesmo princípio: as cores dos cintos representam as várias etapas da “via”, dos passos em busca de conhecimentos, sinais de evolução na direção da mestria que almejam.

A H.E.M.A – PORTUGAL encontrou na poeira dos tempos dos livros de esgrima histórica a simbologia de acordo com a evolução do conhecimento representando assim a perseverança, a constância, o suor e sacrifício do praticante na obtenção da almejada ultima frase do livro da sabedoria.